Saiba como os modelos de startups tem mudado o mercado!

S

Nos últimos anos, o mercado, de uma forma geral, sofreu grandes e significativas mudanças, principalmente pelos avanços tecnológicos e as diversas formas de comunicação e interação que foram surgindo. Com todas essas mudanças e modernizações, os modelos de startups ganharam espaço e conquistaram boa parte do mercado e dos investimentos.

Para se manter competitivo, portanto, é preciso entender o que são, como funcionam e quais são os diferenciais dos modelos de startups que estão conquistando e mudando o mercado cada vez mais.

Estar antenado, atualizado e em sintonia com essas empresas se tornou vital no mercado atual, tanto para o empreendedor quanto para o funcionário das empresas tradicionais.

O que é startup?

Em tradução livre, a palavra em inglês expressa ordem e que dizer “comece”. E, sua utilização faz todo o sentido em algumas empresas e modelos de negócios, desde que seja corretamente empregada.

De forma resumida, um startup é uma empresa, normalmente de base tecnológica, que tenha um modelo de negócio que seja escalável, trabalhando com um produto ou serviço ainda incerto no mercado.

Bons exemplos de startups de sucesso são Google, Facebook, Instagram e Uber. Empresas com base tecnológica que, quando entraram no mercado, não tinham uma previsão de como seria a aderência, permanência e sustentabilidade de seus produtos, uma vez que não havia dados históricos ou outras empresas que pudessem comparar ao modelo projeto.

No entanto, vale ressaltar que startup não se aplica somente à modelos de negócios que ofereçam produtos e serviços ainda não inventados ou apresentados. Uma inovação ou melhoria pode tornar um negócio já conhecido em um modelo de startup escalável. Como aconteceu, por exemplo, com a Amazon, que teve como objetivo otimizar os processos de compra online, reinventando o mercado.

Os modelos de startups, de forma geral, são empresas que estão começando e trabalham, principalmente, com suposições e hipóteses, pois não possuem dados de comparação ou previsão.

Startups de sucesso

Ao contrário do que muitos acreditam, modelos de startups não são eternos, mas são apenas um modelo inicial de um projeto, produto ou serviço. As startups, como as já citadas anteriormente, buscam, principalmente, a presença e consolidação de mercado, tornando-se empresas de crescimento exponencial.

Além das empresas já citadas, existem muitos modelos de startups que se tornaram verdadeiros sucessos mundiais. Veja três delas a seguir:

⦁ 99 taxi
A empresa carioca demorou um pouco para ganhar visibilidade no mercado e de cara já tinha como concorrente a própria Uber. Contudo, atualmente seu constante crescimento à coloca entre os modelos de startups mais bem-sucedidas do país.

⦁ Xiaomi
Uma inovação dentro de um mercado cada vez mais competitivo, o principal produto oferecido pela empresa é o smartphone. Com custo consideravelmente mais baixos que os líderes de mercado, os produtos garantem a qualidade, design e alta tecnologia.

Airbnb
Mudou bastante o mercado e o modelo de hotelaria conhecido até então, além de tornar possível a geração de renda, independente da estrutura oferecida. Ou seja, não precisa ser um hotel para ganhar dinheiro hospedando pessoas e viajantes.

Como trabalhar em startups

Se você é profissional da área de tecnologia, já tem metade do caminho percorrido. De uma forma geral, a maioria das pessoas que trabalham com startups tem alto conhecimento das novas tecnologias e conseguem trabalhar sobre pressão e em um ambiente de alto risco.

Contudo, a grande vantagem é que a maioria das startups conseguem ser administradas, promovendo os resultados esperados fora do modelo de trabalho tradicional. Afinal, o foco desse modelo de negócio é o resultado e o crescimento acelerado da empresa

Por isso, para trabalhar com modelos de startups é preciso seguir as principais características do negócio em si: flexibilidade, criatividade, adaptabilidade, comunicação e, principalmente, foco em resultados.

About the author

Ricardo Nogueira